Endodontia

É a especialidade da odontologia responsável pelo estudo da polpa dentária, de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais, bem como das doenças que os afligem. Em casos de alterações por cárie, fraturas dentárias, trauma dentário, trauma ortodôntico, lesões endo-periodontais, necessidades protéticas e outras patologias endodônticas, o tratamento endodôntico (ou o tratamento de canal) está indicado, visando a manutenção do dente na cavidade bucal, e a saúde dos tecidos periapicais.

O tratamento do canal da raiz consiste na retirada da polpa do dente, que é um tecido encontrado em sua parte interna. Uma vez que a polpa foi danificada, infeccionada ou morta, é removida e o espaço resultante deve ser limpo, preparado e preenchido com material inerte e biocompatível. Este procedimento veda o canal.Após o término do tratamento endodôntico , terá que ser realizada a restauração do dente.

 

ESTÉTICA

A Odontologia estética é uma área relativamente nova na odontologia, engloba diversas especialidades como a dentistica restauradora, prótese dental e periodontia. Alia a saúde bucal com estética conduzindo tratamentos capazes de modificar os dentes em seus formatos, cores, posicionamentos e ate mesmo substitui-los quando estes forem perdidos, proporcionando a manutenção ou devolução da harmonia, simetria e naturalidade aos sorrisos. Clareamento dental, facetas de porcelana, resinas estéticas e cirurgia plástica gengival, são alguns exemplos de procedimentos realizados por esta área da odontologia.

A especialidade de Dentística, também conhecida como Odontologia Estética é usada para clarear, aumentar, diminuir, corrigir de pequenas a grandes imperfeições, além de disfarçar tudo que pode prejudicar a beleza e harmonia de um sorriso. É o ramo da odontologia que atua na área da cosmética e restauração dental. Atualmente a estética dos dentes vem se tornando cada vez mais importante, não só para dar uma aparência mais bonita e saudável a uma pessoa, mas para melhorar a sua auto-estima.

A especilidade de Prótese Dental tem como objetivo o restabelecimento e a manutenção da funções do sistema estomatognatico, visando proporcionar saúde, função, conforto e estética através da reconstrução e reposição de elementos dentários danificados ou perdidos através de próteses que podem ser fixas, removíveis, totais ou próteses sobre implantes.

A especialidade de Periodontia é a ciência que diagnostica, previne e trata as doenças da gengiva e dos tecidos de sustentação dos dentes a fim de promover e reestabelecer a saúde bucal. Cabe ao especialista em periodontia: controlar as causas das doenças gengivais e periodontais; controlar sequelas e danos decorrentes das mesmas, conduzir procedimentos preventivos, clínicos e cirúrgicos para regeneração dos tecidos periodontais,colocação de implantes e enxertos ósseos .Doença periodontal é uma infecção, causada por bactérias, que afeta os tecidos que rodeiam os dentes; caracteriza-se pela formação de um espaço indesejável entre a gengiva e o dente, chamado de bolsa periodontal, a qual favorece o acúmulo de resíduos alimentares e bactérias. A doença periodontal é a principal causadora da perda de dentes em adultos.

 

IMPLANTODONTIA

A Implantodontia é a especialidade da odontologia que tem como objetivo a implantação na mandíbula e na maxila, de pinos de titânio semelhantes às raízes dos dentes, sobre os quais são instaladas coroas artificiais que se parecem muito com o dente natural.

O tratamento com os implantes é conduzido em duas etapas distintas. Na primeira, são realizados os procedimentos cirúrgicos para instalação do parafuso de titânio no interior do osso da mandíbula ou maxila, o parafuso do implante permanece recoberto e protegido pela gengiva por um período de 4 a 6 meses para que ocorra o fenômeno biológico da osseointegração (cicatrização). Após esse período, inicia-se a etapa protética, na qual é realizada a exposição dos implantes e a confecção das próteses ou coroas sobre implante.

 

ORTODONTIA

A especialidade de Ortodontia corrige a posição dos dentes e dos ossos maxilares posicionados de forma inadequada. Dentes tortos ou dentes que não se encaixam corretamente são difíceis de serem mantidos limpos, podendo ser perdidos precocemente , devido à deterioração e à doença periodontal. Também causam estresse adicional aos músculos da mastigação qua pode levar a dores de cabeça, síndrome da ATM e dores na região do pescoço, dos ombros e das costa. Os dentes tortos ou mal posicionados também prejudicam a sua aparência. O tratamento ortodôntico torna a boca mais saudável, proporciona uma aparência mais agradável e dentes com possibilidade de durar a vida toda.

 

CIRURGIA DE SISOS OU TERCEIROS MOLARES

Os Terceiros Molares são popularmente conhecidos como dentes do siso (ou dentes do juízo). São os últimos dentes permanentes a erupcionar (aparecer) na cavidade oral, geralmente entre 16 a 18 anos. Muitas vezes a arcada não tem espaço suficiente para esses dentes irromperem e participarem ativamente da oclusão dental normal, nesses casos, é comum a indicação de extração dos mesmos. Em algumas situações, tais dentes encontram-se inclusos, ou seja, aprisionados dentro do osso mandibular ou maxilar, sem a possibilidade de irromperem na cavidade oral, sendo sua extração também indicada. Nem todo siso incluso causa um problema clínico significativo, ainda que tenha potencial para tanto. Os problemas mais comuns advindos dos sisos inclusos e semi-inclusos são: pericoronarite (inflamação no tecido gengival que recobre a coroa do dente), cárie e reabsorção radicular dos dentes próximos a ele.